Buscar
  • Excelência Energia

CMSE mantém despacho térmico limitado em 8 GWmédios


Em reunião realizada dia 09 de março, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) manteve as diretrizes adicionais para garantir o atendimento à região Sul, deliberadas na última reunião. Dessa forma, está mantido o despacho térmico fora da ordem de mérito para atendimento à região Sul, limitada a 8 mil MW médios e com CVU máximo de R$ 375,66/MWh. Também foi informado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que há a predominância de condições favoráveis de atendimento eletroenergético no País, beneficiadas pelas chuvas verificadas desde o início do ano.


Assim, o armazenamento do SIN já alcançou patamar superior às projeções anteriores, com valor de 63,6% em 8 de março de 2022. Relativo aos dados de fechamento do mês de fevereiro, o armazenamento do SIN ficou entre 7,3 pontos percentuais (p.p.) e 1,8 p.p. acima do previsto, para o pior e o melhor cenários prospectados no mês anterior, respectivamente. Na reunião foram apresentados estudos prospectivos, que contemplaram avaliações até agosto de 2022, nos quais foi mencionado pleno atendimento tanto em termos de energia quanto de potência em todo o período, sem que haja necessidade de uso da reserva operativa. O CMSE apresentou que a expansão verificada em fevereiro de 2022 foi de aproximadamente 516 MW de capacidade instalada de geração centralizada de energia elétrica, 566 km de linhas de transmissão e 2.396 MVA de capacidade de transformação. Assim, em 2022, a expansão totalizou 999 MW de capacidade instalada de geração centralizada, 1.663 km de linhas de transmissão e 2.394 MVA de capacidade de transformação. Sobre geração distribuída, a expansão verificada em 2022 foi de 919 MW.