Buscar
  • Excelência Energia

CPAMP aprova aprimoramentos dos modelos computacionais

Na quinta-feira, 22 de julho, foi aprovada pela Comissão Permanente para Análise de Metodologias e Programas Computacionais do Setor Elétrico (CPAMP) os aprimoramentos propostos na cadeia de modelos computacionais utilizados pelo setor elétrico.

Na quinta-feira, 22 de julho, foi aprovada pela Comissão Permanente para Análise de Metodologias e Programas Computacionais do Setor Elétrico (CPAMP) os aprimoramentos propostos na cadeia de modelos computacionais utilizados pelo setor elétrico. Na decisão foram consideradas as contribuições recebidas nas Consultas Públicas MME n. 109/2021 e n. 111/2021, que ocorreram nos períodos de 2 de junho a 2 de julho e de 5 a 15 de julho de 2021, respectivamente. As instituições que compõem a CPAMP decidiram propor o uso, a partir de janeiro de 2022, das seguintes metodologias e parâmetros: (i) a representação do Volume Mínimo Operativo (VminOp) no modelo Decomp por meio da funcionalidade RHE (Restrição Hidráulica de Energia); (ii) a atualização dos níveis do VMinOp com base na Curva de Referência aprovada pela CPAMP; (iii) modificação dos parâmetros do CVaR (α=50 e λ=35); e (iv) a continuidade de validação do PAR(p)-A para o ciclo 2021/2022. Em relação a utilização da metodologia PAR(p)-A, em substituição ao PAR(p), foi identificada inconsistência na incorporação desse aperfeiçoamento aos modelos. Deste modo, foi mantido o compromisso de validação do PAR(p)-A no primeiro trimestre de 2022, associada à calibração do CVaR, para atualização da representação da aversão ao risco mais aderente à realidade operativa do SIN. Essas mudanças, nos termos da Resolução CNPE n. 7/2016, só terão eficácia na operação e na formação de preços a partir de 2023. Os aperfeiçoamentos propostos buscam atender às necessidades identificadas para melhorar a representação da realidade operativa do SIN nos modelos, proporcionar o adequado sinal econômico do PLD, bem como ajustar a alocação dos custos para os diversos segmentos.